João Manoel Pinho de Mello

Horário: 18:00 – Keynote 3 – Legado do Ministério da Fazenda para o Próximo Governo sobre Mercado de Capitais

João Manoel Pinho de Mello, Secretário de Promoção da Produtividade do Ministério da Fazenda
João Manoel Pinho de Mello João Manoel Pinho de Mello possui graduação em Administração Pública pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (EAESP-FGV, 1996), mestrado em Economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio, 2000) e PhD em Economia pela Stanford University (2005). Foi professor assistente (2004-2010) e associado (2010-2013) do Departamento de Economia da PUC-Rio.

Em 2018 tomou posse como Secretário de Promoção da Produtividade e Advocacia da Concorrência do Ministério da Fazenda. Antes disso, em 2017, assumiu a Assessoria Especial de Reformas Microeconômicas do Ministério da Fazenda. Foi Professor Titular do Insper, Fellow na Harvard Kennedy School of Government e Lemann Visiting Scholar no David Rockefeller Center for Latin American Studies (Harvard University).

Também foi membro afiliado da Academia Brasileira de Ciências e Secretário-Adjunto da Sociedade Brasileira de Econometria. Entre 2001 e 2015, liderou a America Latina Crime and Policy Network da Latin American and Caribbean Economic Association (LACEA). Foi pesquisador Jovem Cientista do Nosso Estado da FAPERJ, bolsista no exterior da FAPESP e é pesquisador 1D do CNPq.

Dedica-se à pesquisa nas áreas de microeconomia bancária, organização industrial e antitruste, economia política, tendo publicado inúmeros artigos em periódicos nacionais e internacionais de primeira linha, entre eles Review of Economic Studies, Review of Economics and Statistics, Economic Journal e Journal of Money, Credit, and Banking, Journal of Economic Behavior and Organization, Review of Finance e Economics of Education Review.

Além de suas atividades acadêmicas, foi consultor da área de equity research da Gestora de Recursos Opportunity entre 2005 e 2013 e sócio da Pacífico Gestora de Recursos entre 2013 e 2016, além de consultor de empresas e perito em arbitragem.